O que é Socialismo: Se atente pois este tema pode ser cobrado em sua prova.

O que é Socialismo

Socialismo: Você sabe o que é socialismo ? Então se prepare que vamos te falar sobre este sistema de organização política e econômica

Bom, antes de mais nada a pergunta que temos que começar este texto é, você sabe o que é socialismo? Esse conceito é geralmente usado de várias maneiras, mas geralmente não é correto. Para que possamos utilizá-lo sem sair cometendo nenhum tipo de gafe por ai, é necessário que façamos um estudo afim de compreender o pano de fundo histórico de seu desenvolvimento.

E neste texto, procuramos discutir a importância do pensamento socialista no contexto das dramáticas mudanças sociais do século XIX que lhe deram origem, e seu desenvolvimento na experiência específica de mudanças políticas e sociais ao longo do século XX.

O termo “socialismo” também abrange várias tendências ideológicas que propõem a construção de uma sociedade comunista. Embora a experiência socialista na história seja reconhecida pelo comunismo, conceitualmente falando, socialismo e comunismo não são a mesma coisa

História sobre o Socialismo

Entre os séculos 18 e 19, no contexto da Revolução Industrial, o conceito de socialismo surgiu como uma alternativa ao sistema capitalista. Criticando o impacto da industrialização e ao contrário da propriedade privada da propriedade, o socialismo trouxe uma nova forma de entender a realidade social a partir do desejo de mudar a realidade.

A sociedade industrial está dividida em dois grupos. A burguesia possui os meios de produção (terra, indústria e maquinaria), enquanto o proletariado possui apenas a sua força de trabalho. Esta divisão é favorável à prosperidade da burguesia, enquanto as condições de vida do proletariado são pobres e os salários muito baixos.

A jornada diária de trabalho é de 12 a 18 horas. O relógio determina o ritmo da vida diária, e as crianças também experimentam o mesmo ritmo cruel de trabalho. Com a urbanização desenfreada, as comunidades populares onde vivem os trabalhadores se tornaram populações reais sem instalações de saneamento e disseminando doenças.

Principal Objetivo

Diante dessa situação, o socialismo surgiu na proposta de se criar uma forma de organização coletiva, onde os trabalhadores não fossem mais explorados e pudessem utilizar os produtos produzidos pela nova sociedade industrial. Esta forma de organização é baseada na propriedade conjunta da indústria e da terra por todos os membros da sociedade.

Ao longo da história, diferentes tendências desenvolveram diferentes métodos para alcançar esta sociedade. Algumas dessas declarações são muito importantes para definir o que o socialismo agora entende. Deixe-nos entendê-los mais.

Agora que você já está mais por dentro sobre a história do Socialismo e também quais eram seus objetivos, chegou o momento de entendermos um pouco sobre a diferença entre o Socialismo Utópico e o Socialismo Científico

Socialismo utópico

E o primeiro ponto que precisamos saber é que os primeiros socialistas foram chamados de utópicos. Este nome vem de socialistas posteriores, especialmente da crítica das idéias de dois personagens principais e muito conhecidos, Marx e Engels. Foram eles os responsáveis por criar soluções para os problemas causados ​​pela revolução industrial, com o objetivo de coexistir entre todos os membros da sociedade com base na partilha comum de mercadorias.

Por exemplo, Henri de Saint Simon (1760-1825) defendeu o sistema tecnocrático como forma de governo e foi o primeiro teórico a usar o termo socialismo. Isso se opõe ao estabelecimento de uma sociedade ociosa e à exploração econômica de outros por grupos individuais.

As sugestões desses socialistas foram criticadas como utópicas porque propunham um novo modelo de organização social sem fornecer uma explicação mais profunda da sociedade em que viviam. Eles são considerados meros “reformadores” da sociedade capitalista.

Podemos dizer que as características do socialismo utópico são:

  • Buscando unidade entre as classes
  • Promover a cooperação entre todos os níveis das relações de trabalho
  • Buscar a igualdade eliminando a desigualdade social

Socialismo científico

E agora vamos entrar no Socialismo Científico. Esta forma de socialismo também tiveram como precursores Marx e Engels. Sua proposta é baseada em uma compreensão científica do funcionamento do sistema capitalista para superar o sistema capitalista. Esse método é chamado de materialismo dialético histórico.

Por meio desse conceito, o autor propôs uma teoria de que a sociedade se constrói a partir de suas relações materiais de produção. Essa relação sempre colocará as duas classes em conflito, e a partir desse conflito ou luta de classes, as relações de produção vão mudando ao longo da história.

É esse processo que possibilitará, por exemplo, a transição do sistema feudal para o sistema de produção capitalista. Segundo Marx, no capitalismo, cabe à classe trabalhadora (proletários) superar as relações capitalistas de produção e caminhar para uma sociedade comunista sem classes sociais.

Para o autor, somente por meio do governo socialista a desigualdade de classes desaparecerá, pois a propriedade privada dos meios de produção é abolida pelo poder político. Portanto, durante a transição gradual para uma sociedade comunista, a riqueza será distribuída igualmente entre os trabalhadores.

E se fossemos fazer um resumo com base em todas as informações a respeito do Socialismo Científica, podemos portanto afirmar que as características são: Abolir classe social, Abolir propriedade privada, Socialização dos meios de produção, Abolir a diferença entre trabalho intelectual e material e Economia planejada

Colocando as ideias do papel em prática

Vladimir Lenin (1870-1924) foi fortemente influenciado pelo pensamento marxista e definiu o socialismo como um período de transição entre a sociedade capitalista e a comunista. Nesse caso, o socialismo é considerado uma fase de transição para o exercício do poder político pelos trabalhadores.

Esse conceito ajudou a definir a experiência socialista do século XX, que se caracterizou pela constituição de um governo, sob a orientação da doutrina socialista, buscando a centralização econômica nacional e, gradativamente, estabelecendo uma sociedade comunista.

Vale a pena mencionar que o pensamento socialista básico nesta experiência foi originalmente proposto por Marx e Engels, e foi contribuído por Lenin e outros pensadores na Rússia.

Já estamos avançando um pouco mais, não é mesmo ? Ainda temos alguns pontos que você precisa saber a respeito deste assunto, que são alguns fatores históricos que envolvem o Socialismo. Então vamos lá!

Revolução Russa

Em 1917, foi organizado um movimento baseado em trabalhadores urbanos e soldados, com o objetivo de construir uma cidade democrática, e o mais importante era ser guiado pela vontade da maioria. Então, os chamados bolcheviques na Rússia liderados por Lenin e Trotsky derrubaram o czarismo e tomaram o poder.

Gradualmente, outros países aderiram à União das Repúblicas Socialistas Soviéticas, então chamada de União Soviética. Entre 1919 e 1921, países europeus que não abraçaram a revolução (como França, Alemanha e Reino Unido) tentaram invadir a União Soviética, mas o Exército Vermelho conseguiu derrotar os contra-revolucionários da época e expulsá-los do território russo.

Devido à recente Primeira Guerra Mundial, a situação era muito grave, mas a propriedade privada da União Soviética foi extinta. A maior dificuldade é mudar a estrutura da propriedade rural (ainda medieval) e a condição dos agricultores.

As estruturas e serviços do Estado (como saúde e educação) mudaram. Por isso, é preciso primeiro privatizar o terreno e depois recolhê-lo.

China Comunista e Mao Tse-Tung

De 1949 a 1976, a era Maoísta apareceu na China. Naquela época, o líder chinês Mao Tsé-Tung liderava o país com o pensamento revolucionário. Na visão revolucionária, todos os aspectos da sociedade deveriam ser baseados na ideologia socialista.

Mao Tsé-Tung foi o fundador da República Popular da China e também foi responsável por uma polêmica revolução cultural no país chamada de “Grande Salto para a Frente”. Os programas econômicos e sociais iniciados transformaram a China em um país socialista, que acaba de passar de uma área rural a um país industrial.

Este movimento também é caracterizado por sua forte opressão e eliminação dos oponentes políticos de Mao Tse-Tung. Com a morte de 76 líderes, a China passou por um processo gradual de “desmame” dos processo de Tse-Tung e abriu seu mercado ao Ocidente.

Atualmente temos países que vivem o Socialismo, e vamos listá-los aqui para vocês:

  • Vietnã
  • República Democrática Popular do Laos
  • Cuba
  • Transnístria
  • China

Gostou do conteúdo ? Temos mais uma série de temas disponíveis para que possa acessar e estudar a qualquer momento. Acesse agora mesmo nosso Blog e conte conosco para ir rumo a sua aprovação.