28/09/2016 - Notícias

Como não se distrair na hora de estudar?


 


 
Atualidades é uma das matérias que caem tanto no Enem como em outros vestibulares. Vamos ajudá-lo a estar por dentro dos assuntos, com temas que possam cair em sua prova.
 


Os seres humanos já são distraídos naturalmente, imagina na era digital.

De acordo com uma pesquisadora da Universidade da Califórnia, nosso cérebro demora 23 minutos para retornar a tarefa original após uma interrupção. Para isso não acontecer:

1 - Esqueça do celular!
É uma tentação conferir as notificações e os aplicativos porque é infinitas vezes mais interessantes do que estudar. Mas deixar o celular no silencioso, em cima da mesa, também não funciona, porque você vai mexer do mesmo jeito. O certo é deixar fora do seu alcance de visão e de preferência deixe no modo avião.

2 - Não Estudar em ambiente mal iluminado e barulhento

3 - Precisa de postura para estudar
Sabia que a memorização do conteúdo é prejudicado se você não tem uma postura correta ao estudar?

Tenha uma cadeira e uma mesa adequada - de preferência confortável - para você se sentir bem e se concentrar. Estudar na cama ou no sofá é mais tentador, mas pode causar mal estar físico por causa de uma postura errada. Além de interferir na concentração, você também pode ficar com preguiça e acabar cochilando. Então, fuja do sofá, poof, cama...

4 - Não estudar uma disciplina no dia ou estudar muitas matérias durante a semana
O nosso cérebro fica viciado se estudar apenas uma disciplina por mais de duas ou três horas, pois essa única forma de pensar, cansa. Então, você pode trocar de disciplina para aumentar a eficiência no seu estudo. Tá comprovado que essa troca aumenta a lógica do nosso cérebro, o que consequentemente também aumenta a eficiência de fixação dos conteúdos.

Mas cuidado! A variedade excessiva de assuntos também cansa o nosso cérebro e ele fica mais vulnerável à distrações. O ideal é separar os conteúdos em ciclos, com no máximo 8 matérias em cada semana.

5 - Estipule metas diárias
Assim você não vai se dispersar facilmente e vai conseguir se dedicar mais aos estudos do dia.


Essas dicas não foram o suficientes?

A neurociência já comprovou que para não se distrair é preciso:

- Escutar música
Além de bloquear os sons do ambiente, ouvir música relaxa e concentra.

É melhor ouvir um repertório que você já conheça, pois seu cérebro pode se distratir tentando avaliar uma música nova. Mas lembre-se: Não escute suas músicas favoritas!  Muito menos a que você deteste, pois também vai tirar o foco do que você está fazendo. A recomendação é escolher músicas que você seja um tanto quanto indiferente.

O gênero que mais ajuda na concentração são as músicas clássicas.


- Comer e beber água
Meio óbvio, mas é importante lembrar que o nosso organismo precisa de energia para funcionar. Não coma porcarias, basta ser um suco ou uma fruta entre as principais refeições que isto já vai te ajudar a se concentrar mais nos estudos.

E a água é essencial para que o cérebro funcione. Um experimento inglês mostrou que quem tem sede, demora mais tempo para completar tarefas do que as que estão bem hidratadas.

- Fazer exercícios
A prática regular de exercícios não é importante apenas para se ter uma vida saudável. A prática aeróbica desevolve as parte do cérebro que são ligadas à atenção e memória.

- Fazer Intervalos
Nosso cérebro só consegue se fixar em um único objeto durante uma hora. Então, faça uma pausa de 10 minutos, levante e faça um café. Bebendo cerca de 230 mL de café, as chances de se distratir diminuem.

Faça um polichinelo ou ande nesse intervalo para que o cérebro disperte a atenção. Também é importante esvaziar a mente nessa hora. Procure meditar, a prática aumenta a capacidade de fixar a atenção, além de favorecer a memória.

- Escrever à mão
A velha técnica não falha: Quem escreve à mão tem mais facilidade para compreender e memorizar. O motivo é que o processamento de dados no nosso cérebro ocorre de maneira mais superficial quando se usa o teclado do computador, notbook, tablets, smartphones e etc...

- Durmir Bem
Durma pelo menos sete horas por noite para ter uma mente bem descansada e ter uma atividade cerebral superior daquelas que passam menos tempo na cama.

Tirar sonecas pode ajudar na concentração durante o dia. Segundo um estudo de pesquisadores australianos, jovens e adultos que dormem por aproximadamente 90 minutos depois do almoço, possuem ganhos de memória e capacidade de aprendizado.

Agora é focar nos estudos!

Notícias relacionadas

#EstudeParaOEnem
Aula grátis
Material em PDF + Videoaulas
Sua matrícula expira em:
icone relogio 00 00 00