16/08/2017 - Notícias

Brasil e o problema dos lixões - Atualidades Enem e Vestibular

De acordo com a Abrelpe, todo ano, 30 milhões de toneladas de resíduos vão para o lixão sem nenhum tratamento. Os municípios brasileiros têm até 2021 para acabar com os lixões




O maior desafio atualmente é o descarte correto do lixo. A população mundial produz cerca de 1,4 bilhão de toneladas de resíduos sólidos por dia. Nas últimas três décadas, a produção de lixo cresceu três vezes mais rápido que o número de habitantes.

No Brasil, o problema não é diferente. O crescimento da produção de materiais descartáveis fez o Governo Federal propor uma lei especifica para a situação, a Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS), instituída em agosto de 2010 (Lei nº 12.305/10)

A PNRS determinou o fim dos lixões a céu e o uso de aterros sanitários como destino final de resíduos sólidos. Os municípios brasileiros tinham até 2014 para eliminar os lixões, mas 60% das prefeituras não conseguiram cumprir a medida e o prazo foi estendido até 2021.

Lixões
De acordo com a Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública (Abrelpe), a cada ano, 30 milhões de toneladas de resíduos vão para o lixão sem nenhum tratamento. Os resíduos são colocados em lixões ou aterros a céu aberto sem controle ambiental ou tratamento. Essa prática gera gás natural metano (CH4) que é um dos responsáveis pelo efeito estufa e a decomposição da matéria orgânica produz o caldo chorume que é altamente poluente. Sem a impermeabilização do terreno dos lixões o chorume se infiltra no solo e contamina o lençol freático, com efeitos nocivos sobre a água, a flora e a fauna e comprometimento da saúde pública. O problema também afeta a economia e questões sociais, pois muitas pessoas trabalham nesses locais colocando em risco sua saúde.

Aterros Sanitários
São terrenos que possuem um sistema de drenagem que absorvem líquidos e gases da decomposição dos resíduos orgânicos e o metano é coletado para armazenagem e queima. Nessas áreas os resíduos são compactados e cobertos por terra. Desta maneira, o solo e o lençol freático ficam protegidos da contaminação do chorume.

Aterros Controlados
O lixo é coberto com terra para diminuir o cheiro e a proliferação de insetos e animais, mas o solo não é impermeabilizado da forma correta e não há tratamento para o chorume. É apenas um procedimento intermediário entre os lixões e aterros sanitários.

Notícias relacionadas

#EstudeParaOEnem
Aula grátis
Material em PDF + Videoaulas
Sua matrícula expira em:
icone relogio 00 00 00