Movimentos Sociais – Atualidades Enem e Vestibular

Movimentos Sociais - Atualidades Enem e Vestibular

Saiba mais sobre os Movimentos Sociais no nosso resumo de Atualidades Enem e Vestibular

 

#ATUALIDADES: Movimentos Sociais

O que seria cultura? Cultura diz respeito a um conjunto de hábitos, comportamentos, valores morais, crenças e símbolos como forma de organização social, política e econômica de uma sociedade. Nenhuma cultura é melhor ou pior que a outra, nem superior ou inferior. Essas diferenças são causadas em grande parte pelos processo históricos, onde muitas delas não possuíam visibilidade e agora buscam constantemente por ela.

 

A existência desses movimentos são importantes para a sociedade. As causas são muitas, seja pelo movimento operário, movimento negro, estudantil, trabalhadores do campo, feminista, ambientalista, da luta contra a homofobia, separatista, marxista, socialista, comunista, entre outros.
Alguns movimentos possuem atuação centralizada em algumas regiões, mas outros possuem expansão e visibilidade devido à globalização. A comunicação e veiculação da informação rompem com as fronteiras geográficas e ganham adeptos em todo o mundo.

Para o sociólogo e ativista dos direitos humanos brasileiro, Herbert José de Souza “um país não muda pela sua economia, sua política e nem mesmo sua ciência. Muda sim, pela cultura”. A democracia defendida por ele não é um modelo ou uma estrutura acabada, é algo que constantemente deve ser recriado. A busca para ser livre, igual e diverso é um princípio que deve fermentar nossos sonhos e ter a democracia como um guia para a intervenção.

 

Para isso existem os movimentos sociais, que se referem à ação coletiva de uma grupo organizado, que tem como objetivo alcançar mudanças sociais. Seja por meio da política, conforme valores e ideologias de uma determinada sociedade e de um contexto histórico específico. Esses movimentos podem trazer mudança, transição, ou até mesmo uma revolução.

A existência desses movimentos são importantes para a sociedade. As causas são muitas, seja pelo movimento operário, movimento negro, estudantil, trabalhadores do campo, feminista, ambientalista, da luta contra a homofobia, separatista, marxista, socialista, comunista, entre outros.

Alguns movimentos possuem atuação centralizada em algumas regiões, mas outros possuem expansão e visibilidade devido à globalização. A comunicação e veiculação da informação rompem com as fronteiras geográficas e ganham adeptos em todo o mundo.

Para o sociólogo e ativista dos direitos humanos brasileiro, Herbert José de Souza “um país não muda pela sua economia, sua política e nem mesmo sua ciência. Muda sim, pela cultura”. A democracia defendida por ele não é um modelo ou uma estrutura acabada, é algo que constantemente deve ser recriado. A busca para ser livre, igual e diverso é um princípio que deve fermentar nossos sonhos e ter a democracia como um guia para a intervenção.